x
Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais
PT EN

Queremos o seu testemunho!

 

"Epilepsia é mais do que ter crises" direcciona-nos para duas realidades bem distintas:

 

A primeira, que felizmente abarca a maioria das pessoas com esta doença e onde -“epilepsia é mais do que ter crises” - terá que significar que existe muito mais vida para além das crises. Na verdade, estes doentes o que ambicionam é esquecer que existe a doença. São por norma pessoas com epilepsia onde as crises se encontram já controladas embora mantendo uma medicação diária. Por isso e progressivamente vão retomando todas as tarefas quotidianas, incluindo a condução. A grande angústia é a sempre presente e imprevisível possibilidade de ocorrer uma nova crise.Em geral estas pessoas com epilepsia evitam a exposição preferindo não assumir publicamente a doença.Em Portugal estima-se que existam cerca de 40 mil pessoas nestas circunstâncias.

 

A outra realidade dirige-nos para pessoas com formas mais graves de epilepsia (cerca de 20 mil pessoas em Portugal), onde- “epilepsia é mais do que ter crises” - significa haver infelizmente grandes condicionalismos para o exercício de uma vida activa. Para além das crises estes doentes podem apresentar também problemas de aprendizagem, psicopatologia, problemas de relacionamento interpessoal, etc. havendo com frequência discriminação e exclusão social. Este grupo de doentes tem maior morbilidade e mortalidade e maior impacto em termos económicos, pela necessidade de recorrerem com mais frequência aos serviços de saúde.

 

Esta campanha europeia dirige-se a todas as pessoas com epilepsia, ao público em geral e aos governos, para que estes invistam mais na investigação e tratamento da epilepsia. Em Portugal pretendemos com esta campanha dar a conhecer um pouco mais sobre o que é a epilepsia.

 

Em 2015 gostaríamos que as pessoas com epilepsia se juntassem a esta campanha e contribuíssem com os seus testemunhos para desmistificar esta doença junto da população em geral, dando-nos as suas perspectivas da forma como (con)vivemcom esta doença na primeira pessoa.

 

Para isso basta preencher o formulário acessível aqui.

 

Obrigado pelo seu testemunho - contamos com todos!

 

Francisco Sales

 

4 de Janeiro de 2015 

 
LPCE
powered by
Novembro, 2017
DomSegTerQuaQuiSexSáb
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

 

 

 

  SPOT PUBLICITÁRIO

    

      O clip vencedor! 

Parceiros